terça-feira, 9 de outubro de 2012

Bovespa pede explicações às Lojas Americanas sobre pedido de falência

A BMF&Bovespa solicitou nesta terça-feira (9) às Lojas Americanas esclarecimentos sobre um suposto requerimento de falência da empresa, feito pela companhia Athenabanco, que forneceu serviços de análise de crédito e acompanhamento de contas a receber e a pagar para a varejista.

A ação está sendo julgada na 4ª Vara Empresarial da cidade do Rio de Janeiro.

"A BM&FBovespa está consultando a empresa sobre requerimento de falência veiculado na imprensa em 09/10/2012", informou a Bolsa em nota.

Procurada, a Lojas Americanas informou que o Tribunal de Justiça do Rio ainda não disponibilizou acesso ao processo.

Em nota, a empresa diz que "todos os valores, negociados por fornecedores da companhia com a factoring Athenabanco, que a empresa tem conhecimento, estão pagos."

A empresa afirmou, também, que os valores não são significativos e não comprometem a saúde financeira da empresa.

Com mais de 80 anos de história, a rede tem quase 700 lojas no país, além de três centros de distribuição. Na internet, a marca atua com o mesmo nome por meio da empresa B2W, na qual o grupo Lojas Americanas detêm participação de 58,87%.

No primeiro semestre, o grupo alcançou uma receita líquida de R$ 5 bilhões e um lucro líquido de R$ 78,7 milhões.

Com o mercado em queda, as ações da empresa sofreram com a notícia e fecharam em baixa de 2,78% (preferenciais) e 1,76% (ordinárias), enquanto o Ibovespa encerrou o dia desvalorizado em 0,64%.

Fonte: Folha de São Paulo