terça-feira, 17 de julho de 2012

Relembre um dos maiores erros do judiciário brasileiro

Um dos erros mais aberrantes da história no que diz respeito a erro do Judiciário Brasileiro foi caso do pernambucano Marcos Mariano da Silva.

O ex-mecânico foi preso depois de ser confundido com um criminoso, que tinha o mesmo nome.

Resultado: passou 19 anos encarcerado, injustamente, e morreu de infarto, em novembro do ano passado, poucas horas depois de saber que receberia a segunda parte da indenização, por meio de um julgamento realizado pelo Tribunal da Cidadania.

Além disso, os danos sofridos por ele e o processo judicial que reconheceu a responsabilidade do estado de Pernambuco.

Fonte: STJ