quarta-feira, 9 de maio de 2012

Concurso para analista da Defensoria Pública de Tocantins exigirá aprovação no Exame da OAB

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins irá publicar um novo Edital do Concurso Público para o Quadro Administrativo de Servidores da Instituição. De acordo com o defensor público geral, Marcello Tomaz de Souza, o novo Edital é necessário para adequação à Lei Orçamentária Anual – LOA, e à Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO, de 2012, que preveem a realização de concurso público para substituição de contratos temporários da Instituição.

A revogação do Edital 01/2010 deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira, 7, bem como a nova Comissão do Concurso, que vai ter na presidência o defensor público Arthur Luiz Pádua Marques.

Nesta readequação do Edital serão disponibilizadas 375 vagas, sendo que 280 serão para posse imediata e o restante será para cadastro de reserva. Outra alteração será com relação a exigências para determinados cargos como, por exemplo, a exigência de inscrição da Ordem dos Advogados do Brasil para cargos de Analista Jurídico, e carteira de habilitação A e B para o cargo de motorista.

Até o momento, foram inscritos 25 mil candidatos no certame e, destes, cerca de 4 mil pessoas já pagaram a inscrição. A Defensoria Pública esclareceu que as pessoas já inscritas podem requerer o valor pago; caso contrário, ficam inscritas no Concurso automaticamente.

A Comissão Permanente de Seleção – COPESE, da Universidade Federal do Tocantins, prossegue como a responsável pela aplicação das provas. A previsão é que em 30 dias serão informados os novos prazos de inscrição e data da realização das provas.

Os candidatos que tiverem qualquer dúvida sobre o certame podem entrar em contato com a Comissão Organizadora do Concurso pelo e-mail concurso@defensoria.to.gov.br.

Participaram da coletiva à imprensa, além do defensor público geral, Marcello Tomaz de Souza; a Subdefensora pública geral, Estellamaris Postal; o presidente da Comissão do Concurso Público, defensor público Arthur Luiz Pádua Marques; e o representante da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Tocantins, defensor público Marlon Costa Luz Amorim.

Fonte: Defensoria Pública do Estado de Tocantins