segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

TJ vai reforçar segurança de juíza de Santa Quitéria - MA

A diretora-geral do Tribunal de Justiça, Sumaya Heluy, e a juíza da Comarca de Santa Quitéria, Elaile Silva Carvalho, conversaram nesta segunda-feira, 9, sobre medidas de reforço da segurança pessoal da magistrada. Elaile Carvalho passou a receber ameaças após decretar a prisão do vereador Valdimar Carvalho dos Santos, o “Mosquito”, e do ex-segurança do prefeito municipal – ambos envolvidos em assalto a uma agência bancária local, em fevereiro de 2011, e presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Por orientação do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, a Secretaria de Segurança do Estado foi acionada para oferecer proteção à juíza durante 24 horas. Logo ao tomar conhecimento das tentativas de intimidação da juíza, o presidente mobilizou a Diretoria de Segurança Institucional do TJMA, que tomou série de ações preventivas. As ameaças foram denunciadas por policiais que transportavam em viatura os dois assaltantes e presenciaram quando tocaram no assunto.

Após inspeção e apuração dos fatos ocorridos em Santa Quitéria, o diretor de Segurança Institucional do TJMA, coronel Boaventura Furtado, acertou com o comandante do 6º Pelotão (4ª CPIND/PMMA), tenente Geraldo de Jesus Pinto dos Santos – responsável pela distribuição da Guarda Municipal – o restabelecimento da segurança do fórum, feita atualmente por dois guardas do município, durante o expediente, e dois vigilantes contratados para o período da noite.

Ao destacamento de PM em Santa Quitéria foi solicitado reforço na segurança, com rondas diárias de policiais ao fórum. O comandante da 4ª Companhia de Polícia Independente de Chapadinha, major Edvaldo, garantiu a manutenção da escolta da magistrada no trajeto Chapadinha/Santa Quitéria/Chapadinha.

A solicitação de envio de mais policiais para Santa Quitéria foi descartada por falta de efetivo no momento. Policiais da reserva remunerada da PM serão convocados para atuar na segurança dos fóruns no Estado.

O presidente Guerreiro Júnior exige que todas as ameaças à integridade física dos juízes estaduais sejam imediatamente apuradas. “Determinei ao diretor de segurança trabalho preventivo para assegurar a ordem nos fóruns e a segurança dos magistrados”, disse.

O diretor de Segurança Institucional afirma que as recomendações da Presidência estão sendo cumpridas.

Apoio da Corregedoria - A juíza Elaile Silva Carvalho, de Santa Quitéria do Maranhão, também esteve no gabinete do corregedor-geral da Justiça, desembargador Cleones Cunha, para comunicar-lhe sobre as ameaças de morte que vem sofrendo. O corregedor-geral mostrou-se preocupado com a situação e ofereceu o apoio que for necessário.

"Face as providências que já estão sendo tomadas pela presidência do Tribunal de Justiça, entendo que o que já foi providenciado está a contento", comentou o desembargador Cleones Cunha.

Fonte: Tribunal de Justiça do Maranhão