sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Semana de Conciliação será aberta na próxima segunda-feira

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com os tribunais brasileiros, promove na próxima segunda-feira (28/11) a abertura oficial da 6ª edição da Semana Nacional de Conciliação. A cerimônia está marcada para ocorrer às 10h, na sede do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) e, no mesmo horário, nos demais estados.

A solenidade oficial no Rio de Janeiro contará com as presenças dos presidentes do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso; do TJRJ, desembargador Manoel Alberto Rebelo dos Santos; do TST, ministro João Oreste Dalazen; do TRT 1, desembargadora Maria de Lourdes Sallaberry, e do TRF 2, desembargadora Maria Helena Cisne, bem como demais magistrados dessas cortes e autoridades. Os conselheiros do CNJ José Roberto Neves Amorim (coordenador do Movimento Gestor da Conciliação), José Guilherme Vasi Werner e Ney José de Freitas também estarão no evento.

Pacificação - Criada e coordenada pelo CNJ, a Semana Nacional de Conciliação objetiva fortalecer a cultura da resolução de conflitos judiciais por meios pacíficos, além de reduzir o passivo de processos em todas as instâncias. A ênfase dessa edição são as ações que envolvem os maiores litigantes brasileiros, identificados pela primeira vez, e as demandas judiciais de massa (que têm como partes grande número de cidadãos).

A expectativa é de que este ano, o esforço concentrado, que envolve todo o Judiciário brasileiro, repita o êxito das edições anteriores. Em 2008, foram realizadas 305.591 audiências e 135.337 acordos que chegaram ao montante de R$ 974,1 milhões. No ano seguinte (2009), foram registradas 260 mil audiências e 123 mil acordos, que resultaram no total de R$ 1 bilhão. Em 2010 as audiências chegaram a 361.845 mil, o que resultou na formalização de 171.437 acordos, num total de R$ 1.074 bilhão.

Estados - No total, os conselheiros do CNJ estarão presentes nas solenidades de abertura da Semana Nacional de Conciliação em nove estados e no Distrito Federal. São eles: Alagoas e Bahia (conselheiro Bruno Dantas), Paraná (Gilberto Martins), Rio Grande do Sul (Jefferson Kravchychyn), Goiás (Jorge Hélio), Maranhão (Lúcio Munhoz), São Paulo (Marcelo Nobre e Sílvio Rocha), Rio de Janeiro (conselheiro Neves Amorim, Ney de Freitas e Vasi Werner, além do presidente Cezar Peluso) e Pernambuco (Wellington Saraiva). No Distrito Federal a solenidade terá a presença do conselheiroTourinho Neto.

Na mesma data acontece, também, a abertura da Semana Nacional de Execução Trabalhista, que será realizada em paralelo à Semana Nacional de Conciliação.

Fonte: CNJ