sábado, 2 de julho de 2011

Corpo de Itamar Franco será cremado em Belo Horizonte (MG)

O senador e ex-presidente Itamar Franco (PPS-MG) morreu por volta de 10h deste sábado (2) no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento de leucemia.

A presidenta Dilma Rousseff ofereceu aos parentes do ex-presidente o Palácio do Planalto para realização do velório. Segundo fontes da Presidência da República, Dilma telefonou para Henrique Hargreaves, que foi chefe da Casa Civil no governo Itamar Franco, oferecendo o palácio para que a família velasse o corpo do ex-presidente. Porém, Hargreaves informou que Itamar havia instruído a família para que seu corpo fosse velado em Juiz de Fora e cremado em Belo Horizonte.

Assim, o corpo seguirá para a Câmara Municipal de Juiz de Fora, onde será velado, e posteriormente será transladado para Belo Horizonte, onde receberá honras fúnebres como ex-governador de Minas Gerais. Em seguida, seu corpo será cremado em cerimônia reservada à família.  

Dilma decretou luto oficial de sete dias. 

Itamar estava internado desde 21 de maio, quando foi diagnosticado com leucemia e começou a ser submetido a um tratamento de quimioterapia. Ele desenvolveu pneumonia durante sua internação e nos últimos dias respirava com ajuda de aparelhos.

Segundo o boletim médico, Itamar morreu às 10h15 em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC). De madrugada, ele sofreu o AVC, entrou em coma e acabou não resistindo.

Itamar assumiu como vice-presidente de Fernando Collor de Mello em 1992 e acabou na Presidência após o impeachment dele.

Fonte: UOL Notícias