quarta-feira, 22 de junho de 2011

Mulher dá à luz filha gerada com sêmen do marido morto

A menina Luiza Roberta nasceu nesta segunda-feira, em Curitiba. Porém, seu pai morreu em fevereiro de 2010, oito meses antes do início da gestação. Ela é o primeiro bebê brasileiro gerado com sêmen do pai morto.

O nascimento foi possível graças a uma decisão da Justiça que autorizou a mãe, Katia Lenerneier, 39, a fazer uma inseminação artificial com o sêmen do marido. Roberto Jefferson Niels morreu de câncer, aos 33 anos de idade.

Casados havia cinco anos, o casal tentava engravidar havia três. Com o início do tratamento de Niels, a família resolveu armazenar os espermatozoides dele, já que sua fertilidade poderia ser prejudicada com a quimioterapia.

Inicialmente, a inseminação foi vetada pelo laboratório e pelo Conselho Regional de Medicina, pois não havia um consentimento prévio de Niels liberando o uso dos espermatozoides após sua morte.

Em decisão inédita, a Justiça entendeu que era possível presumir a vontade dele e autorizou o procedimento.

"Ela veio para fazer um novo recomeço na minha vida", afirma Katia, que diz que a filha, Luiza Roberta, é "muito parecida" com o pai.

Fonte: Folha de São Paulo